Eni Moçambique - Projeto Coral Sul

O Coral Sul é um projeto estratégico para a Eni. Esta é a primeira instalação de liquefação de gás flutuante em águas profundas do mundo, recentemente construída.

Com uma capacidade de 3,4 milhões de toneladas de gás liquefeito por ano, a unidade FLNG ficará localizada na costa de Moçambique e será utilizada para produzir gás do campo de gás offshore Coral na Área 4 da Bacia do Rovuma.

O último dos 13 módulos do convés superior foi içado e colocado a bordo da instalação FLNG Coral Sul da Eni com destino a Moçambique, sendo construída pela Samsung Heavy Industries na Coreia do Sul. A elevação do módulo, de umas maciças 70 mil toneladas, marca o fim da campanha de produção dos módulos onshore, configurando toda a instalação de tratamento e liquefação de gás.

A Eni é a operadora do projeto Coral Sul em nome dos parceiros da Área 4, nomeadamente a Mozambique Rovuma Venture (MRV, um consórcio detido pela Eni, ExxonMobil e CNPC), Galp, KOGAS e Empresa Nacional de Hidrocarbonetos E.P. Baseia-se em seis poços de águas ultraprofundas na área Coral, a uma profundidade de água de cerca de 2.000 metros, alimentando através de um sistema totalmente flexível o FLNG Coral Sul.

A área Coral tem aproximadamente 450 biliões de metros cúbicos de gás no local e foi descoberta pela Eni em maio de 2012. O início da produção do gás está previsto para 2022.


Saiba mais sobre este projeto no vídeo que acompanha esta notícia.