A Eni e a República de Moçambique chegam a acordo para a produção de matéria-prima agrícola para biocombustíveis

Em 28 de fevereiro de 2022, a Eni e o Ministro da Agricultura e do Desenvolvimento Rural da República de Moçambique (MADER) assinaram um acordo para a cooperação e desenvolvimento de projetos agrícolas em Moçambique, com o objetivo de produzir sementes oleaginosas e óleos vegetais para uso como matéria-prima agrícola na produção de biocombustíveis.

Com este acordo, a Eni e o MADER vão avaliar localizações com potencial e as culturas mais adequadas para a produção de sementes oleaginosas e óleos vegetais, com foco em áreas que não concorrem com a produção de alimentos e levando em consideração a preservação de florestas e ecossistemas naturais. Outras iniciativas incluem a coleta e valorização de resíduos agrícolas e de processo, subprodutos e coprodutos, para a produção de matéria-prima biológica e Soluções Climáticas Naturais (NCS).

Este acordo tem por base o Memorando de Entendimento assinado em 2019 pela Eni e o Governo de Moçambique para a definição conjunta de projetos de descarbonização e desenvolvimento sustentável em apoio à Agenda Nacional e Local de Desenvolvimento Económico e Social do país. Além disso, está em linha com os compromissos da Eni para acelerar a transição energética em países produtores de combustíveis fósseis, promovendo a integração do continente africano na cadeia de valor dos biocombustíveis através de iniciativas de negócios agrícolas e desenvolvimento industrial destinadas à produção de biocombustíveis avançados, ajudando na descarbonização do setor dos transportes e promovendo oportunidades de desenvolvimento.


Crédito da foto: Adobe Stock