A Eni adquire a Be Power e aumenta a oferta de serviços de carregamento elétrico em Itália e na Europa

A Eni, por meio da Eni gas e luce, assinou um acordo para a aquisição de 100% da Be Power S.p.A., que através da sua filial Be Charge é o segundo maior operador italiano com mais de 5.000 postos de carregamento de veículos elétricos em terrenos públicos. A transação* representa mais um passo em frente na estratégia de transição energética da Eni e no compromisso de alcançar a descarbonização total de produtos e processos até 2050.

O mercado da mobilidade deverá registar um aumento constante do número de veículos elétricos na estrada em Itália e na Europa nos próximos anos. Neste contexto, a aquisição da Be Power permitirá à Eni gas e luce tornar-se o principal operador de carregamento de veículos elétricos em terrenos públicos, em terrenos privados com acesso público e nas estações de serviço da Eni, em Itália e no estrangeiro.

Fundada em 2018, a Be Power é proprietária das infraestruturas de carregamento da marca Be Charge instaladas em terrenos públicos e privados e detém as concessões relevantes. Também faz a gestão dos seus próprios postos de carregamento e os de outros operadores através de uma plataforma tecnológica própria e fornece serviços de carregamento aos condutores de veículos elétricos nas suas próprias estações ou nas de terceiros através de uma aplicação dedicada.

"Com a aquisição da Be Power, a Eni assume uma posição de liderança num mercado no coração da estratégia de transição energética da União Europeia”, comentou Claudio Descalzi, CEO da Eni. “O negócio da infraestrutura e dos serviços de carregamento de veículos elétricos reforça ainda mais o portfolio da Eni gas e luce, que atende 10 milhões de clientes em 6 países europeus. A empresa tem uma capacidade total de fontes renováveis de 9 GW, o que inclui capacidade instalada, capacidade em construção e capacidade a ser desenvolvida em áreas identificadas. Continuamos, portanto, no caminho que nos levará a liderar a produção e venda de produtos totalmente descarbonizados".

A partir de 1 de julho de 2021, a Eni gas e luce também atualizou os seus estatutos para se tornar uma empresa beneficiária, a primeira grande empresa italiana na área da energia a fazê-lo. Empresas beneficiárias representam uma evolução no conceito de uma empresa, integrando o objetivo de ter um impacto positivo na sociedade e no ambiente, junto com o objetivo de lucro, no seu propósito corporativo. Ao se tornar uma empresa beneficiária, a Eni gas e luce assume um compromisso estatutário para equilibrar os interesses dos seus acionistas com os do público e de outras partes interessadas.

* A transação será finalizada após o recebimento das autorizações das autoridades competentes.